top of page

Caxangá: a profundidade política tecida na música brasileira

Relações, reações e diálogos.


Quanta força interpretativa Elis foi capaz de expressar em sua órbita musical, tarefa que apenas sua grandeza seria capaz de suportar. Milton e Brandt, as almas responsáveis pela maior parte do acervo de Clube da Esquina conceberam uma poesia viva, forte e com níveis astronômicos de acidez onde Elis elevou, com sua divina emoção, à condição de eternidade.

Me conecto ao universo de Caxangá pela primeira vez num vídeo de Milton em prantos revendo sua interpretação com Elis que acontecera em 1977, aqui, compreender o momento político vivido na época se torna primordial para o entendimento da emoção impressa na escuta. Num momento histórico onde a ocupação do gênero musical exercido se comunicava muito diretamente com a temática poética, constatamos a proporção da importância de Caxangá para o imaginário popular brasileiro.


E hoje tudo se repete.


O presente texto é um convite ao leitor para uma escuta cuidadosa dessa preciosidade cultural brasileira.




bottom of page